Internet of Things

Internet of Things

IoT is a connection of physical devices that transfers data via the internet without the requirement of humans.

IoT in logistics accelerates visibility across all areas of the supply chain and enhances the efficiency of inventory management.

Its place in logistics allows supply chains greater transparency and complete real-time visibility of goods.

Want to know more?

Race Timing

SIVA’s range of All-Surface RFID labels offers best in class read range when applied on or off-metal surfaces. Designed to be thin & flexible, these labels can be printed & encoded on-demand using RFID enabled Thermal transfer printers. Easy to deploy, these labels are also weather resistant and suitable for outdoor applications.

NFC Utilidades

O NFC tem três modos típicos de operação (Reader/Writer, Card Emulation e Peer-to-peer). Podemos pensar numa lista de aplicações que podem ser feitas para cada um destes modos.

Citando algumas (mas não se deixe limitar por esta lista, o céu é o limite nas aplicações possíveis para este tipo de tecnologia):

Reader/Writer mode:

  • Autenticação de produtos;
  • Informação sobre coleta de produtos em campo (FEDEX, UPS, DHL, etc.);
  • Automação de processos pessoais;
  • Configurações e ajustes em carros, casas, etc;
  • Utilização para pareamento em Bluetooth, WiFi e ZigBee.

Card Emulation Mode:

  • Controle de acesso;
  • Fechaduras eletrônicas e digitais;
  • Acesso a transporte público (ônibus, metro, locação de bicicletas, etc.);
  • Acesso a shows e eventos, substituindo os ingressos de papel;
  • Sistemas de pagamento (como o Apple Pay e o Google Pay);
  • Sistemas de cartão de fidelidade em lojas, locadoras de veículos, etc.

Peer-to-peer Mode:

  • Compartilhamento de conteúdo (fotos, contatos, músicas, vídeos, arquivos, etc.);
  • Leitura de dados de máquinas e equipamentos para manutenção e configuração.

Benefícios do uso de tecnologia NFC em eventos

A aplicação da tecnologia NFC está cada vez mais presente no meio dos eventos. O NFC pode ser usado de diversas formas, seja ele através da utilização de cartões, pulseiras ou até mesmo crachás em papel (que possuem um chip NFC em seu interior).


Além disso, a utilização da tecnologia NFC pode ser realizada em diversas etapas do evento, desde a parte do credenciamento, controle de acesso, coletor de dados, implementação de dinâmicas de votação ou sorteio, além da parte de chapelaria (o que traz um lado extremamente benéfico quando se fala de sustentabilidade).


Toda essa “simplificação” que a tecnologia NFC trouxe para este mercado possibilita que todas as etapas do evento fiquem mais amigáveis, fornecendo todo tipo de dados e interações entre os participantes de uma maneira prática e rápida. Permitiu inclusive a manutenção do distanciamento social através da tecnologia.

Etiquetas de NFC na Educação

Tags NFC são etiquetas com chips passivos, que possuem comandos específicos ao serem acionadas.

Escolas e universidades podem usar tags NFC para fornecer aos alunos informações especiais “escondidas”. Um grande exemplo de uso educacional do NFC é o Colégio Central Nottingham, no Reino Unido.
Em seu campus, muitos pontos de contato NFC são colocados perto de objetos diferentes de forma a tornar mais fácil para os estudantes de língua estrangeira aprenderem Inglês. Uma vez que eles encostam os seus telefones em um dos pontos de contato, eles recebem um nome e uma descrição.

NFC e o Mercado de Roupas

A tecnologia NFC pode revolucionar o jeito que seus clientes fazem compras e se tornar um diferencial importante em sua marca. A sigla NFC significa Near Field Communication ou Comunicação por Campo de Proximidade. É uma tecnologia de troca de informações sem fio e de forma segura entre dispositivos, quando próximos. A tecnologia tem diversas utilidades: o chip NFC permite o pagamento sem fio, a oferta de informações adicionais sobre os materiais utilizados na confecção de cada peça, suas instruções de cuidados, os detalhes de qualquer promoção na loja, isso para qualquer um que coloque seu smartphone sobre um das pequenas tags.

 

Como a NFC pode ser benéfica para a marca e para o consumidor?


Entre as várias formas que as roupas inteligentes podem ser benéficas tanto para a marca, quanto para o cliente que as usa, destacamos as quatro mais importantes:


Autenticação do produto – há várias pesquisas mundiais que afirmam que 10% das roupas de luxo, 20% das esportivas e 30% dos óculos de sol são falsificadas atualmente.
Com a NFC, o cliente poderá ter a segurança de estar comprando um produto original e a marca terá a segurança de garantir a sua reputação, bem como sua qualidade.


Conteúdos digitais sensíveis ao contexto de compras – a NFC fornece um conteúdo digital e serviços relacionados ao produto em questão. Ela pode motivar as vendas na loja, com base nas necessidades de compras (e em tempo real).
Detalhes como tamanhos, cores, avaliações de outros clientes, recomendações em redes sociais e visibilidade dos itens no estoque podem influenciar bastante as decisões de compra dos clientes. E é exatamente isso que a NFC mostra através da roupa.


Pós-venda – a experiência e satisfação do cliente pode ser avaliada em tempo real pela NFC. Além disso, o fácil acesso ao atendimento ao cliente, o uso de aplicativos e ferramentas exclusivas da marca ou recompensas por adquirir o vestuário podem ser determinantes para fidelizar o cliente.


Inteligência do cliente – sempre respeitando a privacidade do cliente, a NFC consegue adquirir dados registrados na Nuvem. Dessa forma, é possível coletar informações muito interessantes e precisas sobre o cliente, como a sua identidade, seus gostos, interesses e hábitos do dia a dia.
Assim, a marca consegue criar estatísticas para produzir novos itens que serão direcionados aos potenciais consumidores, com base nessas informações.

Como funciona o pagamento por NFC?

Por meio do NFC, é possível realizar compras e vendas apenas com a aproximação.
Com a atualização dos cartões, o pagamento por aproximação, o NFC tem sido preferido, inclusive, neste período de pandemia de Covid-19. Isso porque, evita que qualquer outra pessoa tenha contato com o cartão na hora de colocá-lo na maquininha e, ainda, evita o próprio contato com a maquininha ao não precisar digitar a senha, em alguns casos.

Under Armour decreta RFID como necessária

Durante sessão com outros dois varejistas no Big Show 2020 da NRF, a empresa de roupas esportivas enfatizou que a identificação por radiofrequência é fundamental.

 

A identificação por radiofrequência (RFID) é uma tecnologia essencial para o avanço da Under Armour. Essa foi a mensagem de Kathleen Joyce, líder para controle global de estoque da companhia, durante um painel de discussão patrocinado pela Nedap Retail, no Big Show da Federação Nacional do Varejo dos Estados Unidos (NRF).

“Realmente não vemos isso como um prazer em ter”, afirmou Joyce durante o painel. “É realmente uma necessidade levar a RFID ao próximo nível. Sabemos que está chegando e estamos a bordo. Queremos garantir que façamos da maneira certa. Nossos parceiros globais estão entusiasmados com isso. Todo mundo vê o valor. É apenas uma questão de estabelecer as bases certas”.

Joyce disse que os executivos da cadeia de suprimentos da empresa lideraram o esforço de RFID. A Under Armour começou a etiquetar todas as roupas para a temporada de outono-inverno, observou ela, e a função de varejo da empresa assumiu o controle e está liderando o projeto.

De acordo com Joyce, esse gerenciamento de mudanças é fundamental para o sucesso de uma implantação de RFID. “A RFID não é um projeto. É um pilar para as operações avançarem. Sua liderança de cima para baixo – seus gerentes de distrito, gerentes de loja, vice-presidente de operações – precisa detalhar isso para que os gerentes de loja compartilhem esse ponto de vista com os funcionários da loja, dia após dia”.

A Under Armour está focada nos aplicativos de RFID no varejo, explicou Joyce, a fim de melhorar a precisão e a visibilidade do estoque. “Estamos garantindo que estamos configurando nossos sistemas e pessoas para o sucesso”, afirmou. “É uma discussão de transformação operacional em nossa organização. Quando você pensa em todos os dados que o RIFD entrega, podemos ver se há algo no chão ou na parte de trás da casa. Podemos ver quanto tempo os itens ficam nos fundos da casa. Muitas ideias estão surgindo da madeira. Estamos analisando o que podemos fazer com esse novo nível de visibilidade. Como facilitamos o trabalho dos funcionários da loja – e como melhoramos a experiência do cliente?”

Também estava no painel Nate Petersen, vice-presidente de cadeia de suprimentos da Outdoor Voices, varejista de roupas que opera 11 lojas. “Somos uma marca menor”, disse ele aos participantes. “Estamos usando RFID como uma vantagem competitiva. Estamos focados na aquisição e retenção de clientes”.

Petersen disse que a empresa implantou a solução em todas as suas lojas no ano passado. “Estávamos lutando para ter alto grau de precisão de inventário”, explicou. “Nós a abordamos como uma solução para aumentar a confiança em nossas contagens de estoque. Sabíamos que não estávamos fazendo o melhor que podíamos, e sabíamos que essa era a solução”.

Sophie Ecobichon, vice-presidente de finanças da varejista francesa Celio, disse que sua empresa adotou originalmente RFID em 2018 para melhorar precisão do inventário, e que a tecnologia proporcionou uma “grande melhoria”. A empresa agora quer usar os dados de inventário de RFID para melhorar o “clique e coleta” (também conhecido como “compre online, colete na loja” ou BOPIS). “A dificuldade”, explicou Ecobichon, “é que não temos inventário em tempo real em nosso site. Nosso objetivo é disponibilizá-lo em qualquer lugar da empresa e disponível no site. Será mais fácil para a equipe atender aos pedidos”.

O moderador da sessão foi Jeroen Struycken, vice-presidente de desenvolvimento de negócios da Nedap Retail. Struycken pediu aos membros do painel que dessem conselhos aos varejistas na plateia, e Ecobichon respondeu: “Você não precisa perder tempo com ROI [retorno sobre o investimento]. Deve ser uma convicção”. Peterson acrescentou: “Seja grande, vá cedo e vá rápido – esse é o nosso lema”.

Artigo original

https://iopjournal.com.br/