Under Armor rfid Tristar Americas

Under Armour decreta RFID como necessária

Durante sessão com outros dois varejistas no Big Show 2020 da NRF, a empresa de roupas esportivas enfatizou que a identificação por radiofrequência é fundamental.

 

A identificação por radiofrequência (RFID) é uma tecnologia essencial para o avanço da Under Armour. Essa foi a mensagem de Kathleen Joyce, líder para controle global de estoque da companhia, durante um painel de discussão patrocinado pela Nedap Retail, no Big Show da Federação Nacional do Varejo dos Estados Unidos (NRF).

“Realmente não vemos isso como um prazer em ter”, afirmou Joyce durante o painel. “É realmente uma necessidade levar a RFID ao próximo nível. Sabemos que está chegando e estamos a bordo. Queremos garantir que façamos da maneira certa. Nossos parceiros globais estão entusiasmados com isso. Todo mundo vê o valor. É apenas uma questão de estabelecer as bases certas”.

Joyce disse que os executivos da cadeia de suprimentos da empresa lideraram o esforço de RFID. A Under Armour começou a etiquetar todas as roupas para a temporada de outono-inverno, observou ela, e a função de varejo da empresa assumiu o controle e está liderando o projeto.

De acordo com Joyce, esse gerenciamento de mudanças é fundamental para o sucesso de uma implantação de RFID. “A RFID não é um projeto. É um pilar para as operações avançarem. Sua liderança de cima para baixo – seus gerentes de distrito, gerentes de loja, vice-presidente de operações – precisa detalhar isso para que os gerentes de loja compartilhem esse ponto de vista com os funcionários da loja, dia após dia”.

A Under Armour está focada nos aplicativos de RFID no varejo, explicou Joyce, a fim de melhorar a precisão e a visibilidade do estoque. “Estamos garantindo que estamos configurando nossos sistemas e pessoas para o sucesso”, afirmou. “É uma discussão de transformação operacional em nossa organização. Quando você pensa em todos os dados que o RIFD entrega, podemos ver se há algo no chão ou na parte de trás da casa. Podemos ver quanto tempo os itens ficam nos fundos da casa. Muitas ideias estão surgindo da madeira. Estamos analisando o que podemos fazer com esse novo nível de visibilidade. Como facilitamos o trabalho dos funcionários da loja – e como melhoramos a experiência do cliente?”

Também estava no painel Nate Petersen, vice-presidente de cadeia de suprimentos da Outdoor Voices, varejista de roupas que opera 11 lojas. “Somos uma marca menor”, disse ele aos participantes. “Estamos usando RFID como uma vantagem competitiva. Estamos focados na aquisição e retenção de clientes”.

Petersen disse que a empresa implantou a solução em todas as suas lojas no ano passado. “Estávamos lutando para ter alto grau de precisão de inventário”, explicou. “Nós a abordamos como uma solução para aumentar a confiança em nossas contagens de estoque. Sabíamos que não estávamos fazendo o melhor que podíamos, e sabíamos que essa era a solução”.

Sophie Ecobichon, vice-presidente de finanças da varejista francesa Celio, disse que sua empresa adotou originalmente RFID em 2018 para melhorar precisão do inventário, e que a tecnologia proporcionou uma “grande melhoria”. A empresa agora quer usar os dados de inventário de RFID para melhorar o “clique e coleta” (também conhecido como “compre online, colete na loja” ou BOPIS). “A dificuldade”, explicou Ecobichon, “é que não temos inventário em tempo real em nosso site. Nosso objetivo é disponibilizá-lo em qualquer lugar da empresa e disponível no site. Será mais fácil para a equipe atender aos pedidos”.

O moderador da sessão foi Jeroen Struycken, vice-presidente de desenvolvimento de negócios da Nedap Retail. Struycken pediu aos membros do painel que dessem conselhos aos varejistas na plateia, e Ecobichon respondeu: “Você não precisa perder tempo com ROI [retorno sobre o investimento]. Deve ser uma convicção”. Peterson acrescentou: “Seja grande, vá cedo e vá rápido – esse é o nosso lema”.

Artigo original

https://iopjournal.com.br/

Ready to Ship!

Tristar Americas is fully operational and ready to provide services and products for your project involving RFID, NFC, Beacon, Barcode and Cards.

With warehouse in Miami and Sao Paulo, we are ready to ship worldwide.

Do not put your existing workflow or project on risk, count on us!

Contact us at:

+ 1 201 416 7343

+55 11 3739 1210 

Tristar Americas – Proud distributor of state-of-the-art brands!

What is RFID and How Does RFID Work?

What is RFID and How Does RFID Work?

WHAT IS RFID?

 

RFID is an acronym for “radio-frequency identification” and refers to a technology whereby digital data encoded in RFID tags or smart labels (defined below) are captured by a reader via radio waves. RFID is similar to barcoding in that data from a tag or label are captured by a device that stores the data in a database. RFID, however, has several advantages over systems that use barcode asset tracking software. The most notable is that RFID tag data can be read outside the line-of-sight, whereas barcodes must be aligned with an optical scanner. If you are considering implementing an RFID solution, take the next step and contact the RFID experts at AB&R® (American Barcode and RFID).

HOW DOES RFID WORK?

RFID belongs to a group of technologies referred to as Automatic Identification and Data Capture (AIDC). AIDC methods automatically identify objects, collect data about them, and enter those data directly into computer systems with little or no human intervention. RFID methods utilize radio waves to accomplish this. At a simple level, RFID systems consist of three components: an RFID tag or smart label, an RFID reader, and an antenna. RFID tags contain an integrated circuit and an antenna, which are used to transmit data to the RFID reader (also called an interrogator). The reader then converts the radio waves to a more usable form of data. Information collected from the tags is then transferred through a communications interface to a host computer system, where the data can be stored in a database and analyzed at a later time.

RFID TAGS AND SMART LABELS

As stated above, an RFID tag consists of an integrated circuit and an antenna. The tag is also composed of a protective material that holds the pieces together and shields them from various environmental conditions. The protective material depends on the application. For example, employee ID badges containing RFID tags are typically made from durable plastic, and the tag is embedded between the layers of plastic. RFID tags come in a variety of shapes and sizes and are either passive or active. Passive tags are the most widely used, as they are smaller and less expensive to implement. Passive tags must be “powered up” by the RFID reader before they can transmit data. Unlike passive tags, active RFID tags have an onboard power supply (e.g., a battery), thereby enabling them to transmit data at all times.

Smart labels differ from RFID tags in that they incorporate both RFID and barcode technologies. They’re made of an adhesive label embedded with an RFID tag inlay, and they may also feature a barcode and/or other printed information. Smart labels can be encoded and printed on-demand using desktop label printers, whereas programming RFID tags are more time consuming and requires more advanced equipment.

RFID APPLICATIONS

RFID TECHNOLOGY IS EMPLOYED IN MANY INDUSTRIES TO PERFORM SUCH TASKS AS:

– Inventory management
– Asset tracking
– Personnel tracking
– Controlling access to restricted areas
– ID Badging
– Supply chain management
– Counterfeit prevention (e.g. in the pharmaceutical industry)

 

RFID APPLICATIONS

Although RFID technology has been in use since World War II, the demand for RFID equipment is increasing rapidly, in part due to mandates issued by the U.S. Department of Defense (DoD)and Wal-Mart requiring their suppliers to enable products to be traceable by RFID.

Whether or not RFID compliance is required, applications that currently use barcode technology are good candidates for upgrading to a system that uses RFID or some combination of the two. RFID offers many advantages over the barcode, particularly the fact that an RFID tag can hold much more data about an item than a barcode can. In addition, RFID tags are not susceptible to the damages that may be incurred by barcode labels, like ripping and smearing.

From the read distance to the types of tags available, RFID has come a long way since World War II and there is a bright future ahead.

plastic pallets RFID Tags Tristar Americas

Smart Industries: Logistics Making Industry 4.0 a Reality

We help industries to optimize and automate their production and supply chain management processes by providing real-time visibility to asset and component tracking and traceability.

Logistics applications

 

Returnable Transit Item Pooling

Plastic and metallic containers, roll cages and intermediate bulk containers are stored outdoors, handled roughly and facing washing processes – the RFID tag must tolerate all of the same elements. By giving a unique ID for every single container the reliability and efficiency of handling the whole RTI pool is taken to a new level.

Plastic pallets

plastic pallets RFID Tags Tristar Americas

Tagging plastic pallets requires a robust tag that can withstand the mechanical impacts of forklifts handling the pallets. Carrier family offers both label and hard tag options. Industrial labels are optimal for pallets that offer protective slot for the tag. Hard tags are designed to withstand robust handling when no protection is given by the pallet structure.

Suitable products

Plastic boxes

plastic boxes RFID Tags Tristar Americas

Boxes used to transmit various items from automotive componets to apples share same requirements for the tag. When same tag is recycled in the pool it needs to withstand all the washing processes of box itself. Carrier family offers variety of products designed for harsh industrial use with high end adhesive. eKanban is a specific product to tag VDA compliant plastic boxes in the automotive industry.

Suitable products

ESD boxes

esd boxes RFID Tags Tristar Americas

Tagging challenging materials such as ESD plastic requires a unique antenna design optimized for the material. Confidex portfolio offers VDA compliant eKanban labels for automotive industry as well as ESD label attached directly on ESD material.

Suitable products

Metallic containers

Metallic Container esd boxes RFID Tags Tristar Americas

Confidex products can bring real-time visibility and efficiency on metallic container pooling. Metallic containers are used due to their durability which is expected also from the tag used to identify them. Confidex has a proven history of tagging metallic returnable transit items with several customers. Our portfolio includes various innovative product solutions to meet all the needs of different types of metallic containers.

Suitable products

Post and Parcel

RFID applications to track and trace goods from supplier to customers have become standard in around-the-clock logistics operations. Giving a unique ID for every package and automating the process brings number of benefits, including less incorrect shipments, faster deliveries, better visibility over the whole process and less customer service queries.

Carton boxes

carton boxes esd boxes RFID Tags Tristar Americas

Structure of roll cages often require either a very narrow hard tag (Ironside Slim) or option to hang the tag from metallic wires (Captura). Identifying cages not just improve the efficiency on tracking them but also prevents lost and theft.

Suitable products

 

Challenges solved

Enable Industry 4.0 manufacturing

RFID brings visibility and efficiency starting from managing the prototype parts, enable reduced stocks until the outbound distribution of the finished goods. Confidex tags are designed to endure chemicals, washing and high temperature during the manufacturing process.

Manage logistics and supply chain

Confidex RFID tags enable increased automation in goods tracking at several phases in today’s manufacturing logistic chains.

1200px-Flag_of_the_United_States.svg

Correios Brazil introducing RFID to track important deliveries

Correios RFID NFC BEACONS tristar americas rfid tag

The Brazilian Postal Service, Correios Brazil, has installed an intelligent infrastructure to monitor nationwide letters, parcels and valuable assets. 

The solution has been developed and supplied by Aida Center, a Keonn partner in the field of RFID identification and tracking. It comprises 400 RFID gates and 1000 Keonn antennas Advantenna-p12
 
The RFID solution is completely plug and play.
 
Now, Correios Brazil has full control and visibility of the deliveries at every point in the delivery route. 
 
Correios RFID NFC BEACONS tristar americas rfid tag

Os Correios do Brasil instalaram uma infraestrutura inteligente para monitorar cartas, encomendas e ativos valiosos em todo o país.

A solução foi desenvolvida e fornecida pela Aida Center, parceira da Keonn na área de identificação e rastreamento de RFID. Compreende 400 portas RFID e 1000 antenas Keonn Advantenna-p12.

 

A solução RFID é totalmente plug and play.

 

Agora, os Correios Brasil têm controle total e visibilidade das entregas em todos os pontos da rota de entrega.

Correios RFID NFC BEACONS tristar americas rfid tag

Ralph Lauren dá garantia de autenticidade a seus clientes

A empresa adotou etiquetas com QR Codes para melhorar a experiência do consumidor e garantir a compra de produtos originais da marca

Ralph Lauren Corporation (RLC) anunciou o lançamento de Identidades Digitais de Produtos (IDs) para serem integradas a dezenas de milhões de mercadorias da companhia, começando pela marca Polo. A iniciativa integra o que a empresa chama de sua prioridade estratégica Lead with Digital (ou liderar digitalmente), para oferecer experiências aprimoradas ao consumidor e, além disso, impulsionar a inovação na cadeia de suprimentos. A RLC garante ser a primeira marca de varejo global a aplicar tecnologias em larga escala e de maneiras sem precedentes.

Tida como uma marca de luxo global, a Ralph Lauren criou um jeito próprio para oferecer aos consumidores a garantia de autenticidade das compras combinada a uma experiência de produto conectado por meio das IDs digitais. Ou seja, ao ler digitalmente o QR Code por meio de um smartphone, descobre-se uma ID contida na etiqueta do produto, o que permite ao consumidor ter certeza de que a mercadoria é original, receber informações sobre detalhes do produto, além de dicas e recomendações de estilo.

Ralph Lauren combate falsificações e dá dicas de estilo aos consumidores por meio de etiquetas com QR Codes que podem ser lidas por smartphones

A digitalização de produtos em larga escala pela RLC foi obtida em parceria com a empresa de soluções EVRYTHNG, com sua plataforma IoT (sigla em inglês para Internet das Coisas) para Packaging, e também em parceria com a companhia fornecedora de tecnologia Avery Dennison. As empresas estarão expondo e palestrando no Congresso Mundial da Active and Intelligent Packaging Industry Association (AIPIA), que acontece na semana que vem em Amsterdã, com cobertura jornalística do IoP Journal.

As IDs digitais de produtos da Ralph Lauren são hospedadas em uma plataforma escalável, na qual – à medida que o programa se expande – novos recursos passam a ser acessados para, assim, liberar todo o potencial da tecnologia e criar um relacionamento mais forte e personalizado entre a RLC e seus consumidores.

“O lançamento das IDs digitais de produtos demonstra como continuamos a usar a tecnologia para oferecer mais aos nossos consumidores e garantir a integridade de nossos produtos durante todo o seu ciclo de vida”, diz David Lauren, diretor de inovação da RLC. “A aplicação dessa tecnologia significa que todos os produtos da Polo serão ‘nascidos digitais’, o que representa um novo marco na inovação em inteligência de dados em nosso setor”.

A nova tecnologia oferece aos consumidores da RLC o poder de autenticar os produtos Polo – de maneira simples e imediata, ajudando a combater falsificações, o mercado cinza e violação de marca registrada.

Além da autenticação, a criação de identidades digitais exclusivas para cada produto permite uma variedade de aplicativos, incluindo maior conectividade para os consumidores, que podem digitalizar o QR Code para receber detalhes adicionais do produto e recomendações de estilo. Em toda a cadeia de suprimentos, as IDs permitem visibilidade em tempo real para rastrear produtos do ponto de fabricação e melhorar o gerenciamento de estoque.

As IDs digitais de produtos estão sendo implantadas em todos os produtos Polo Ralph Lauren e estão atualmente disponíveis para determinados produtos em lojas de varejo globais selecionadas e no site RalphLauren.com.

RFID Animal Tracking & Identification

Manufacturers can create powerful RFID tags for the effective monitoring of cattle, sheep, goats and other farm animals using transponders developed by HID Global. Fully automated HID production processes ensure consistent embeddable RFID component quality and reliability. Patented direct-bonding technology enables more compact tag designs and optimized read ranges, delivering exceptional size-to-performance ratios.

E-Unit Disc transponders are ideal for embedding in livestock ear tags and similar applications where a combination of visual and RFID reader solutions are desirable. Each disc can withstand the mechanical stresses of manufacturing and assembly, and deliver reliable field performance under harsh conditions.

E-Unit Rod transponders embed easily into space-restricted applications, such as small ovine ear tags, or subcutaneous enclosures.

Key Features

  • Customizable – choose a size, chip and a disc or rod to fit any custom enclosure; available in FDX and HDX protocols
  • Unsurpassed quality – fully automated manufacturing and direct-bonding technology ensure RFID tag reliability
  • Reliable operation – built to withstand the rigors of tag processing, including plastic injection molding

HID Global can help identify the appropriate standard Embeddable RFID transponder or develop a customized RFID tag component to meet customer needs.

Learn more about HID Global’s full line of animal identification solutions.

5 EXEMPLOS DE COMO O RFID ESTÁ PRESENTE NO NOSSO DIA A DIA

Rfid como funciona Tristar Americas rfid, nfc, beacons tags

O uso da tecnologia RFID (Radio Frequency Identification) tem sido cada vez mais comum no dia a dia de empresas e pessoas. Informações são trocadas com os mais variados sistemas sem qualquer interferência humana. E a chave para isso tem sido a RFID.

Imagine utilizar etiquetas inteligentes — as tags — para identificar objetos, pedágios, o controle de acesso a edifícios e a estacionamentos e, até mesmo, para identificar gados e outros animais. Fantástico, não?

Ao contrário do código de barras, que precisa ser lido por um scanner e necessariamente ter direcionamento ótico com cada código, a tecnologia RFID utiliza ondas de rádio para transmitir as informações guardadas na memória. Ou seja, os dados são transmitidos da antena a um leitor, via ondas de rádio, podendo haver leitura em massa onde são lidos vários chips ao mesmo tempo, chegando a um computador para serem processados e enviados para um sistema para o qual possam ser úteis.

Tudo automaticamente. Dependendo da frequência, o leitor pode alcançar as mais variadas distâncias — o que permite uma enorme agilidade de leitura de informações.

Por isso, vejamos 5 exemplos do uso do RFID no dia a dia. Acompanhe!

Rfid como funciona Tristar Americas rfid, nfc, beacons tags

1. PAGAMENTO VIA CELULAR

A tecnologia RFID neste caso é NFC (near field communication) que é uma solução de curto alcance, que permite que informações possam ser enviadas através de uma frequência de rádio. Atualmente, as etiquetas RFID são utilizadas com maior frequência em lojas e supermercados, na identificação de produtos, mas elas têm inúmeras outras utilidades, como, por exemplo, a comunicação entre dispositivos móveis para pagamento.

A tecnologia RFID funciona sem fios e possibilita que haja uma comunicação entre dois aparelhos, além de permitir que vários tipos de transações possam ser realizadas de forma segura.

Ou seja, a ideia de ter que andar com cartões de crédito ou dinheiro está com os dias contados. Com o RFID no dia a dia, é possível realizar qualquer tipo de transação via radiofrequência através de dispositivos móveis.

Por exemplo, um smartphone que dispõe de um leitor embutido pode realizar um pagamento em um caixa de supermercado enviando dados para um outro aparelho do caixa, que decodificaria o sinal enviado, recebendo informações para processar o pagamento. Ao aproximar os dois aparelhos, o pagamento seria feito automaticamente. Simples, fácil e rápido.

Rfid como funciona Tristar Americas rfid, nfc, beacons tags

2. PAGAMENTO DE PEDÁGIO

Digamos que você tenha saído de casa desprevenido, sem nenhum trocado no bolso e, no seu percurso, há um pedágio. Complicado, não? Situações como essas causam transtornos nas praças de pedágios, levando a filas e aumentando o tempo de viagem de muitas pessoas.

Mas, com o uso da tecnologia RFID, é possível eliminar de vez as filas em pedágios. É colocada uma etiqueta (ou cartão de identificação) na parte de dentro do para-brisas do carro, geralmente atrás do espelho retrovisor, que contém todas as informações básicas, como, por exemplo, um número de identificação.

Assim, toda vez que o veículo passar por uma praça de pedágio, uma antena, ou leitores eletrônicos posicionados sobre a faixa de cobrança de pedágio, emitem frequências de rádio que se comunicam com a etiqueta instala no carro. Assim, os dois dispositivos interagem e completam a transação do pedágio. Sem qualquer contato físico, a uma distância que varia de 6 a 10m e da forma mais rápida possível.

Rfid como funciona Tristar Americas rfid, nfc, beacons tags

3. ESTACIONAMENTO DE SHOPPINGS

A tecnologia RFID vem sendo amplamente utilizada para a liberação das cancelas de estacionamento ou mesmo para autorizar transações em estacionamentos que não têm cancelas.

O funcionamento é similar ao dos pedágios. Após instalar as etiquetas no veículo, usa-se o sistema de radiofrequência para liberar automaticamente as cancelas, sem a necessidade de sair do carro para validar tickets de estacionamento, por exemplo.

Rfid como funciona Tristar Americas rfid, nfc, beacons tags

4. APLICAÇÕES MÉDICAS

Os dispositivos RFID podem ser em formato de pulseiras descartáveis, contendo registros completos, que incluem desde a identidade e o tipo sanguíneo, até outros detalhes que facilitam o tratamento do paciente. Isso significa rapidez no atendimento e agilidade no tratamento.

Com a utilização das etiquetas RFID em aplicações médicas, é possível reduzir significativamente a necessidade de testes de grupo sanguíneo, alergias ou doenças crônicas, além de fornecer, com agilidade, todo o histórico do paciente referente a outras intervenções médicas realizadas e ao uso de medicamentos, reduzindo erros e aumentando a segurança, e a velocidade de atendimento dentro do ambiente hospitalar, já que o prontuário do paciente é acessado de forma única e inequívoca.

Rfid como funciona Tristar Americas rfid, nfc, beacons tags

5. CHIP SUB-CUTÂNEO

Outra forma de utilização para o RFID é nos chips sub-cutâneos que podem ser utilizados para abrir portas, realizar pagamentos, dar partida em carros, guardar informações médicas e até mesmo realizar login em sistemas.

Esses chips são bem pequenos, possuem o tamanho aproximado de um grão de arroz e são implantados por meio de uma agulha específica. A vantagem desses chips é que sua configuração pode ser programada pelo próprio usuário de acordo com suas necessidades e usos.